sábado, 5 de julho de 2014

Pompéia - Itália













2014.05.07 - Pompéia - Itália

Chegada à Pompéia de trem
Primeiro como chegamos, saímos de Napoli muito cedo e tomamos um metro até a estação Napoli Garibaldi (ticket vale 3,70 euros e se pode comprar na própria estação), desde ali se pode pegar um trem da linha Circumvesuviana (bastante detonada por sinal) até Pompéia (ticket vale 4,60 euros, alternativamente vale perguntar sobre um ticket combinado metrô+trem também).

O trem sai de Napoli Garibaldi com direção a Sorrento e a estação a desembarcar é a Pompei Scavi Villa dei Misteri, em um trajeto que dura aproximadamente 35 minutos.
Impressionante Pompéia, uma cidade inteira engolida por um desastre natural mas que mantém sua história viva através de cada rua, beco e ruína espalhados por todo aquele achado arqueológico. Demais!!

Pompéia em preservação e com "novos achados" 
Pontos de atenção:

1. Vale uma atenção extra para encontrar a plataforma de onde vai sair o trem, assim como para a direção correta que se deseja, os trens ali passam em ambas as direções e dos dois lados de uma mesma plataforma (a central no caso).

2. A qualidade do trem não é das melhores, tampouco existem lugares marcados, então vale estar preparado para pegar um trem muito cheio (especialmente em alta temporada) no melhor estilo "Torre de Babel" e ter bastante paciência. Vai valer a pena!

3. Pense que estará indo para um sítio arqueológico, banhado a sol e com terreno irregular mediano. Você vai andar muito, caminhamos por Pompéia por mais de 4 horas. Assim, é indisponsável ter consigo, protetor solar, água, chapéu, óculos escuros, tênis ou bota confortáveis.
  


Bom, chegando em Pompéia fomos abordados por dezenas de guias, agências, etc... De verdade vocêpode contratar algo logo ao sair do trem, ou caminhar tranquilamente entre eles e ir direto à entrada principal, onde você comprará seu ingresso sem maiores problemas (entrada custa 11 euros) e pode, se quiser, pegar um guia por ali mesmo ou ir por conta. Enfim, ter ou não ter um guia depende de cada viajante, desta vez resolvemos fazer tudo por conta, pois tínhamos tempo e era nossa visita principal, pegamos os mapas da cidade e um áudio guia para ouvir as histórias sobre onde tivéssemos mais interesse.
Uma coisa é certa, Pompéia é muito grande, então neste caso ter um guia ajudaria a levar aos pontos principais de modo mais eficiente, nós rodamos muito por lá e é difícil "filtrar" as atrações (um pequeno labirinto).


Fauno


Local de reverência religiosa


Antiguidades diversas



Uma história atrás de cada arco



Basilica

Logo ao entrar em Pompéia pode ser avistado o imponente vulcão Vesúvio, é muito lindo e amedrontador saber da potencial destruição que ele trouxe no passado. Uma vez dentro da cidade eu listo como imperdível a Basílica, os teatros Piccolo e Grande, o Anfiteatro, os Jardins do Fauno e a visita ao Scavi dei Misteri, para ver os impressionantes registros e pinturas nas suas paredes internas



Um labirinto de cidade




Cidadão de Pompéia pós catástrofe
Pátio próximo ao centro comercial

Ruas de Pompéia
O que mais curti fazer foi caminhar sem rumo pelas ruas estreitas de pedras, observando as casas, pontos de comércio e locais de reverência religiosa.


É realmente uma viagem no tempo e valeu cada minuto!!

Dá para imaginar o explendor da cidade em seus tempos áureos...





Depois de cansativas, mas deliciosas, 4 horas em Pompéia saímos para pegar um tour (22 euros por pessoa) até o Vesúvio... hora, é logo ali e escalar um vulcão é uma experiência única.



Vesúvio visto a partir de Pompéia


Para chegar no Vesúvio foram 2 ônibus a partir de Pompéia (logo na entrada da cidade já se pode contratar os tours que, em geral, partem a cada 1 hora). O primeiro ônibus transporta até a entrada do Parque Nacional do Vesúvio, e depois um outro ônibus, em um trajeto sinuoso que mais parecia uma montanha russa da Disney, leva até uma base próxima ao cume do vulcão. Próximo, isso mesmo, pois para se chegar à cratera tem mais aproximadamente 30 minutos de caminhada por uma estreita trilha de terra batida ao redor do vulcão.

P.S.: deve se ter cuidado na trilha pois escorrega um pouco e é bem estreita, além de passarem pessoas em ambos os sentidos, mas tem cordinhas laterais para ajudar. Mas sério, quem já escalou o Wayna Picchu em Machu Picchu tira isso de letra, fica parecendo uma highway novinha comparada a uma pista de bike esburacada.



Cratera do Vesúvio
Chegamos à cratera exaustos, mas o visual compensou demais!! Nunca tinha visto um vulcão tão de perto, e ainda vivo, com diversos pontos ainda expelindo fumaça na cratera! Foi incrível, e a partir dali se pode ter uma vista completa de Pompéia e até de Napoli, em determinados momentos as nuvens tomam conta do lugar e você parace estar no céu de verdade, inesquecível. Fotos infinitas e back to Napoli.



Topo do Vesúvio com céu aberto
 
Topo do Vesúvio coberto por nuvens
 Dicas:

Dentro da nuvem
1. Quando ir? Fomos no verão, então os dias acabam rendendo muito mais, só assim foi possível sair de Napoli até Pompéia, caminhar horas e horas e ainda cravar um tour pelo Vesúvio. Conseguimos inclusive chegar em Napoli com tempo suficiente para sair à noite, passear pela cidade e jantar tranquilamente.

2. Com a gente foi por sorte, mas em um nível avançado de planejamento vale considerar que, assim como em várias outras cidades e atrações pela Europa, no primeiro domingo do mês não se paga a entrada em Pompéia, economia de 11 euros por cabeça (se tiver em uma turma economiza um bom jantar).

3. Não precisa reservar nenhum dos trechos deste passeio, trem, entradas, tours, etc... fomos na altíssima temporada e conseguimos tudo por lá com muito tranquilidade. A paciência extra que tem que ter aqui é sobre a quantidade de pessoas, é gente a beça mesmo. A recomendação é evitar os meses de julho e agosto (férias européias).

4. Ler previamente sobre a história do lugar transforma completamente este passeio, o prazer da visita é outro (isso vale sempre, mas aqui vale ressaltar).

Cervejas sugeridas: Nostra Azzurra (Itália - Lager)



Diário de viagem... só falta ele falar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário